Pesquisar este blog

A PARTIR DE AGORA AS NOTÍCIAS ESTÃO AQUI NO SITE DJ AILDO CLIC E SERÁ DIRECIONADO.

A PARTIR DE AGORA AS NOTÍCIAS ESTÃO AQUI NO SITE DJ AILDO CLIC E SERÁ DIRECIONADO.
NOTÍCIAS COM CREDIBILIDADE

terça-feira, 10 de julho de 2012

Cerro Corá perde um dos seus patrono "JOSÉ ALBINO"ou Zé Albino

Cerro Corá perde um dos seus patrono José Albino um agricultor de respeito e dignidade que dedicou sua vida aos filhos e familiares, abrindo ainda um espaço para o povo de Cerro Corá e de Lagoa Nova, aos seus quase 98 anos de idade, ele faleceu nesta terça-feira(10) na cidade de Currais Novos, seu corpo será velado na comunidade que recebeu seu nome como homenagem, lá também será seu seputamento nesta quarta-feira(11)

DJ Aildo e Familiares, queremos deixar aqui o registro do nosso profundo pesar a familia Albino, e prestar nossa homenagem em parceria com o amigo e escritor Josenildo Pinheiro que descreveu no livro "PODER LEGISLATIVO DE CERRO CORÁ 55 ANOS DE HISTÓRIA" um pouco da história deste homem que deixará saudades:
JOSÉ ALBINO

Sendo um dos nomes mais tradicionais da Serra de Sant’Ana, o Sr. José Albino conquistou o respeito dos populares a partir dos valores que preserva enquanto homem agricultor. Hoje já contando quase 98 anos de idade.

Os pais de Seu José Albino formaram uma das primeiras famílias a habitar a Serra de Sant’Ana. Ele nasceu em 04 de novembro de 1914, no município de Cerro Corá. Em 1933 casou-se com a Senhora Francisca Maria da Conceição, com quem teve 16 filhos, dos quais apenas 10 sobreviveram.

Quando os familiares de Seu José Albino se instalaram na Serra de Sant’Ana logo trataram de expandir a propriedade que em poucos anos somava significativa extensão de terra, mas foi a casa construída por ele que demarcou a habitação da comunidade do Povoado Albino. Após a construção da casa, que se dá em virtude do casamento, ele também construiu uma casa de farinha que ganhou destaque, graças ao advento da produção agrícola.

Então, pela representatividade que assume na região da Serra de Sant’Ana, como proprietário e homem de grande respeito e consideração, seu nome começa a ser cogitado para a atuação política no município, mesmo não tendo nenhuma pretensão a ser político, pelo contrário, tinha rejeição a esse tipo de projeto. Mas sendo amigo da tradicional Família Pereira, é já no final da segunda legislatura que ele aceita o convite de sair candidato a vereador.

Ao ter o nome posto à apreciação ao cargo, Seu José Albino se elege vereador por três vezes consecutivas. O primeiro mandato ocorre de 1959 a

1962; o segundo de 1963 a 1966; e o terceiro de 1967 a 1970, todos pela ARENA.

Os princípios morais de homem simples que conserva aquilo no que acredita certo sempre foi o principal preceito. Durante a atuação enquanto representante do povo no Poder Legislativo, embora não seja escolarizado, mas é um sábio que aprendeu com a vida, ele afirma que sempre foi um homem veemente nas suas decisões e que nunca se deixou levar por conclaves políticos. Devido a esse comportamento decidido ele também afirma que acabou enfrentando algumas situações conturbadas com os colegas vereadores, por exemplo, quando se cogitou a transferência da feira para o sábado e ele não concordou; defendeu a idéia com tal veemência que os colegas acabaram concordando com ele.

É sabido que a atuação de um vereador naqueles anos idos acontecia de forma muito incipiente, mais o Sr. José Albino atuou como representante de sua comunidade, a quem os populares sempre procuravam para defender suas solicitações. Graças ao prestígio que ganhou ele se destaca como grande figura política do nosso município, de modo que, graças às relações com políticos da região e do Estado, conseguiu muitas aquisições para a comunidade do Povoado Albino, onde fez muitas benfeitorias com recursos particulares, mesmo depois de concluir os mandatos de vereador.

Ao fim da terceira legislatura Seu José Albino decide não mais participar de campanhas políticas, mas 04 anos depois ele foi eleito vice-prefeito, pelo PMDB, numa aliança política com José Luiz de Azevedo, Zé Amaro. No entanto, mesmo com o sucesso na campanha, a participação de Seu José Albino na gestão não o satisfez, de modo que ao final do mandato, que durou 06 anos, ele decide não mais continuar na vida política, encerrando uma carreira de quase duas décadas de atuação na vida pública.

Mesmo assim, pelo respeito e consideração que conseguiu ao longo desses anos, ele conquistou o apoio do Sr. Walter Olímpio através do qual estabelece relação com lideranças políticas do Estado, dentre elas José Agripino que chegou a visitá-lo, enquanto Governador. Na ocasião o Sr. José Albino solicita-lhe algumas benfeitorias para a comunidade, no que foi atendido, dentre elas salas de aula, poço tubular e posto telefônico.

Hoje, viúvo, após anos de muita labuta, tendo criado os filhos todos com o trabalho na agricultura, ele vê crescendo o povoado que criou e afirma: “a maior satisfação da vida é o respeito que o povo sempre teve por mim”.

DJ Aildo/Josenildo Pinheiro.

Um comentário:

Pastora Rose IEMV DE JESUS CRISTO disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Translate

VISITAS FEITAS