sábado, 25 de outubro de 2014

Vende-se terreno em Cerro Corá/RN

Eleitor gastará em média 42 segundos para votar na urna biométrica

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou hoje (24) a estimativa de tempo que o eleitor deve levar para votar na urna eletrônica, no domingo (26), segundo turno das eleições. Segundo o TSE, nos estados onde a disputa para governador foi definida no primeiro turno, o eleitor precisará, em média, de 18 segundos para concluir a votação na urna comum. Nas urnas biométricas, o tempo de votação previsto é 42 segundos. Neste caso, o eleitor vai escolher somente o presidente da República.
A previsão do tempo de votação em 13 estados e no Distrito Federal, locais onde haverá o segundo turno, o eleitor deve gastar 29 segundos na urna comum e 53 segundos na urna biométrica para votar no candidato a governador e a presidente.
A estimativa leva em conta desde o momento em que o eleitor se apresenta ao mesário e vai à cabine de votação até o último voto na urna eletrônica. No primeiro turno, o tempo de votação foi 61 segundos na urna comum e 85 segundos, na urna biométrica. Foram eleitos deputados federais e estaduais, senadores e 13 governadores.

InterTV Cabugi resolve publicar Ibope só neste sabado

A pesquisa Ibope para o governo do RN programada para ser divulgada durante RNTV 2ª Edição não terá o resultado conhecido pelo público potiguar nesta sexta-feira. A afiliada informou que vai publicar neste sábado.
O motivo da não divulgação não foi anunciado pelo Ibope e nem pela afiliada da Globo, que contratou a pesquisa. O certo é que a pesquisa foi concluída em campo.
De qualquer forma essa é a segunda vez que Instituto Ibope deixa de publicar uma pesquisa nessa campanha, aqui no estado. No primeiro turno, a pesquisa que seria divulgada pela rádio 96fm foi cancelada e alegaram como motivo a morte do candidato à presidência Eduardo Campos (PSB), mesmo sendo divulgada pesquisas feitos pelo Ibope nos demais estados brasileiros.
O fato é que nos outros estados o IBOPE foi divulgado.

Lideranças politicas de cidades do seridó realizaram uma grande carreata prol Henrique nesta sexta(24)


Os caravaneiros saíram ainda a tarde da cidade de Currais Novos tocando o jingles da campanha de Henrique, as lideranças do seridó percorreram São Vicente, Florânia, Tenente Laurentino Cruz, Lagoa Nova e Cerro Corá.

Por onde a caravana passava aumentava cada vez mais os participantes em Cerro Corá prefeito,vice e vereadores juntamente com lideranças fizeram a maior concentração.

SENSUS/ISTO É: Aécio abre 9 pontos em cima de Dilma

Pesquisa ISTOÉ/Sensus mostra que o candidato do PSDB chega à reta final da campanha com 54,6% das intenções de voto, enquanto a petista soma 45,4%

Da redação
Pesquisa ISTOÉ/Sensus realizada a partir da terça-feira 21 reafirma a liderança de Aécio Neves (PSDB) sobre a petista Dilma Rousseff nos últimos dias da disputa pela sucessão presidencial. Segundo o levantamento que entrevistou 2 mil eleitores de 24 Estados, o tucano soma 54,6% dos votos válidos, contra 45,4% obtidos pela presidenta Dilma Rousseff. Uma diferença de 9,2 pontos percentuais, o que equivale a aproximadamente 12,8 milhões de votos. A pesquisa também constatou que a dois dias das eleições 11,9% do eleitorado ainda não decidiu em quem votar. “Como no primeiro turno, deverá haver uma grande movimentação do eleitor no próprio dia da votação”, afirma Ricardo Guedes, diretor do Instituto Sensus. Se for considerado o número total de votos, a pesquisa indica que Aécio conta com o apoio de 48,1% do eleitorado e a candidata do PT 40%.
14983235364_cd8a5e56b2_o.jpg
Aécio Neves seria eleito presidente do Brasil se a eleição fosse hoje, afirma Sensus
 
De acordo com Guedes, a pesquisa realizada em cinco regiões do País e em 136 municípios  revela que o índice de rejeição à candidatura de Dilma Rousseff se mantém bastante elevado para quem disputa. 44,2% dos eleitores afirmaram que não votariam na presidenta de forma alguma. A rejeição contra o tucano Aécio Neves é de 33,7%. Segundo o diretor do Sensus, a taxa de rejeição pode indicar a capacidade de crescimento de cada um dos candidatos. Quanto maior a rejeição, menor a possibilidade de crescimento. Outro indicador apurado pela pesquisa Istoé/Sensus diz respeito á votação espontânea, quando nenhum nome é apresentado para o entrevistado. Nessa situação, Aécio também está à frente de Dilma, embora a petista esteja ocupando a Presidência da República desde janeiro de 2011. O tucano é citado espontaneamente por 47,8% dos eleitores e a petista por 39,4%. 0,2% citaram outros nomes e 12,8% disseram estar indecisos ou dispostos a votar em branco.
 
Para conquistar os indecisos as duas campanhas apostam as últimas fichas nos principais colégios eleitorais do País: São Paulo, Minas e Rio de Janeiro. O objetivo do PSDB e ampliar a vantagem obtida em São Paulo no primeiro turno e procurar virar o jogo em Minas e no Rio. Em São Paulo, Aécio intensificou a campanha de rua, com a participação constante do governador reeleito, Geraldo Alckmin, e do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. De acordo com as pesquisas realizadas pelo comando da campanha de Aécio, em Minas o tucano já estaria na frente de Dilma e a vantagem veio aumentando dia a dia na última semana. Processo semelhante ocorreu em Pernambuco, depois de Aécio receber o apoio explícito da família de Eduardo Campos e do governador eleito, Paulo Câmara. Os mesmos levantamentos indicam que no Rio de Janeiro a candidatura do senador mineiro vem crescendo, mas ainda não ultrapassou a presidenta. Para reverter esse quadro, Aécio aposta no apoio de lideranças locais, basicamente de Romário, senador eleito pelo PSB, que deverá acompanhá-lo nos últimos atos de campanha. Para consolidar a liderança, Aécio tem usado os últimos programas no horário eleitoral gratuito para apresentar-se ao eleitor como o candidato da mudança contra o PT. Isso porque, as pesquisas internas mostram a maior parte do eleitor brasileiro se manifesta com o desejo de tirar o partido do governo.
 
No comando petista, embora não haja um consenso sobre qual a melhor opção a ser colocada em prática nos dois últimos dias de campanha, a ordem inicial é a de continuar a apostar na estratégia de desconstrução do adversário. Nas duas últimas semanas, o que se constatou é que, ao invés de usar parlamentares eleitos para esse tipo de ação – como costumava fazer o partido em eleições passadas -- os petistas escalaram suas principais lideranças para a missão, inclusive o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a própria candidata. Os petistas apostam no problema da falta d’água para tirar votos de Aécio em São Paulo e numa maior presença de Dilma em Minas para procurar se manter á frente do tucano no Estado.   
 
PESQUISA ISTOÉ/Sensus
 
Realização – Sensus
Registro na Justiça Eleitoral – BR-01166/2014
Entrevistas – 2.000, em cinco regiões, 24 estados e 136 municípios do País
Metodologia – Cotas para sexo, idade, escolaridade, renda e urbano e rural
Campo – De 21 a 24 de outubro
Margem de erro - +/- 2,2%
Confiança – 95%

Confiram aqui a relação dos nomeados para policia civil do RN

O Governo do Estado, através da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social, convocou mais 53 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães, para atuarem na segurança do Rio Grande do Norte.

A nomeação foi publicada na edição do Diário Oficial de hoje (24), um dia após a decisão judicial que determinou a convocação de 824 concursados para a Polícia Militar.
Na nomeação publicada hoje, estão 20 novos delegados de Polícia, 17 agentes e 16 escrivães, todos já submetidos ao curso de formação, que foi referente ao concurso de 2008. Confira a lista dos convocados.
Além dos nomeados, o Governo já havia realizado a convocação, no dia 14 de outubro, de 303 candidatos aprovados no concurso também para a Polícia Civil, mas que ainda serão submetidos ao curso de formação - que não tem data para ocorrer. Foram 95 candidatos ao cargo de delegado, 151 para agentes e 57 para o cargo de escrivão.
Confira lista dos 53 nomeados para a Polícia Civil:
DELEGADO DE POLÍCIA CIVIL

Amanda Barcellos Cavalcante
Alírio Maciel Lima de Brito
Roberta Mesquita da Costa
Luciana Soares Adorno
Daniel Kishita Albuquerque Bernardino
Leonardi Cavalcanti Rodrigues da Cunha
Agamenon Alves Freire Júnior
Luiz Fábio Teixeira
Susila Ribeiro Machado
João Pimentel Brito
José Ronivon Beija-Mim de Lima
Sadi Jorge Herculano Pereira
Erica Ferreira Maciel
Luciano Costa Chaves de Almeida
Leony Pontes Ximenes
Jacsan Vasconcelos Almeida Lima *
Felipe de Brito e Silva
Daniel Nóbrega Pereira de Almeida
Lucas Sá de Oliveira*
Mariana Oliveira Barreiros de Queiroz
AGENTE DE POLÍCIA CIVIL
José Wigenes Aires Júnior
Gleidson Rogério da Silva
Alcebiades Fernandes e Silva Neto
Alexandre Magnos Gadelha Guedes
Karla Marthinna Viana Correia
Felipe Sinedino Costa de Oliveira
Alysson Alves Nunes
Tatianne Azevedo Maia
Anne Caroline Duarte de Queiroz
José Josué Costa Faustino
Jackson Denis Palhares de Macedo *
Luciano Medeiros da Cunha
Herbete Felipe Silveira e Souza
Paulo André Gaspar Garcia de Matos
Luciano Nogueira de Almeida Vieira
Divino Neviton Nazario Couto
Samara Oliveira de Melo
ESCRIVÃO DE POLÍCIA CIVIL

Fernanda Maria Caldas Xavier

Aline Nogueira Aderaldo
Daiana Karla de Sá Godeiro
Mylena Fernandes Leite
Lara Kaniski Campos
Silvana Giannattasio
Priscila Nogueira Kruger
Danielle Vanessa Miranda de Holanda Pinheiro
Denilson Anchieta Rodrigues
Romero Coutinho de Arruda Falcão
Torquato Gomes de Sousa Júnior
Jorge Ricardo Dias Santiago
Mirna Teixeira Mazza Siqueira
Marcelle Alves de Azevedo Paulino
Carollyne Andrade Souza
Francisco das Chagas Felipe Fernandes Bezerra

Lei Seca no segundo turno das eleições no RN será das 6hs às 18hs

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte determinou a suspensão da venda de bebidas alcoólicas em locais públicos entre 6h e 18h do próximo domingo (26).
A portaria é assinada pelo presidente do TRE-RN, desembargador Virgílio Macêdo Júnior, e por membros da Corregedoria e Produradoria Regional Eleitoral.
Na publicação, o TRE-RN considera que “o voto consciente deve prevalecer em prol do fortalecimento do processo democrático, que não se coaduna com a ingestão, ainda que moderada, de bebidas alcoólicas, sabidamente capaz de afetar a capacidade de discernimento do ser humano”.
De acordo com o tribunal, a medida restritiva de venda e consumo de bebidas alcoólicas tem mostrado eficácia esperada para a boa ordem do processo eleitoral nos pleitos anteriores no sentido de reduzir o número de ocorrências formalizadas e distúrbios nos locais de votação.
A medida vale para bares, restaurantes, supermercados e outros estabelecimentos similares em todo o Rio Grande do Norte.

Translate